COPAGRIL: Cooperativa recebe Caravana Soja Brasil em Guaíra

A Cooperativa Agroindustrial Copagril recebeu pela primeira vez, na noite de terça-feira (12/12), em sua unidade localizada no município de Guaíra-PR, a caravana do projeto Soja Brasil, do Canal Rural. A equipe foi recepcionada pelo diretor-presidente Ricardo Sílvio Chapla, vice-presidente Elói Darci Podkowa, gerente da Unidade Guaíra, Mauro Vanin, e demais colaboradores da cooperativa. Também estiveram presentes convidados e visitantes.

Especialistas – A caravana levou para Guaíra um time de especialistas que preferiu quatro palestras para os produtores rurais associados da Copagril, abordando revelantes assuntos do cenário atual e futuro do agronegócio.

Comercialização – Em sua palestra, o consultor da Safras & Mercado, Paulo Molinari, abordou o tema “Mercado: comercialização da safra”, ponderando sobre fatores como a volatilidade da soja devido ao clima na Argentina, o aumento de área cultivada nos Estados Unidos em 2018, a projeção da safra de soja 2017/2018 no Brasil, fatores políticos, cambiais e climáticos (La Niña) e fixação de produtos agrícolas.

Perspectivas políticas – Por sua vez, o analista político, Mauro Zanatta, abordou “Perspectivas da Política e da Economia Brasileira”, tecendo considerações sobre a previsão de inflação baixa, juros em queda, PIB em recuperação, retomada gradual da economia, questões trabalhistas, reformas, impostos, dívida pública, agenda econômica e eleições.

Cultura – Em relação à cultura da soja, o pós-doutor em Entomologia da Universidade do Nebraska (EUA), José Magid Waquil abordou o tema “Preservação da Biotecnologia no campo”, destacando a importância de adotar áreas de refúgio nas culturas de milho e soja para preservar a tecnologia Bt. Segundo ele, este manejo de resistência de insetos é um conjunto de medidas que visa prevenir ou retardar a seleção de lagartas resistentes à tecnologia. O especialista também recomendou a dessecação antecipada da área, uso de sementes certificadas e tratadas, além do controle de plantas daninhas e voluntárias.

Produtividade – Já o pesquisador da Embrapa, Alvadi Balbinot, fez explanação sobre “Problemas no estabelecimento da cultura que limitam a produtividade”, em especial enfocando fatores climáticos como chuvas torrenciais que geram acúmulo de água nos sulcos e selamento do solo; e ainda as condições de solo, que quando compactado causa problema de falta de oxigênio e dificuldade de emergência para as plantas. Quando há problema de implantação da cultura o resultado é um número reduzido de plantas e de vagens, interferindo na produtividade.