Professores de MS entram em greve por tempo indeterminado no dia 15

Professores de Mato Grosso do Sul irão entrar em greve por tempo indeterminado a partir do próximo dia 15 deste mês. A decisão foi deliberada em assembleia relizada pela ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública) e Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) nesta terça-feira (07) no Centro de Conv

Ao todo, em Campo Grande são em torno de 300 escolas muncipais e estaduais com 12 mil professores. Já em todo estado, são aproximadamente 25 mil professores. A paralisação é em adesão a Greve Nacional realizada pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) contra a reforma da previdência.

Os trabalhadores da educação em Dourados também aderiram, na última sexta-feira (3), à Greve Geral. A decisão foi tomada em assembleia realizada na sede do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação).

De acordo com o presidente da ACP, Lucílio Souza Nobre, o movimento serve também para mobilizar outras categorias. “O prejuízo não é só dos professores, outros profissionais também terão que trabalhar 10 anos a mais, sem falar dos jovens que estão entrando no mercado de trabalho”, disse.

De acordo com o CNTE, a greve foi anunciada, porém “outras pautas serão agregadas nos estados e municípios, de acordo com as realidades locais.”

 

MidiaMax