O vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nesta terça-feira (15) que o presidente Hugo Chávez está “avançando” em sua recuperação em Cuba, onde está há mais de um mês se recuperando de uma cirurgia contra o câncer.

“Podemos dizer que o nosso comandante está fazendo progressos, está avançando, e isso nos enche de grande felicidade, do ponto de vista humano mas também de uma grande felicidade pátria”, disse Maduro em Caracas, após uma visita de quatro dias a Cuba e durante uma sessão do Conselho Federal de Governo.

Maduro, herdeiro político de Chávez, disse que conversou sobre assuntos de governo com o presidente ao longo dos últimos dias.

“Estivemos com ele até o dia de ontem e o atualizamos amplamente sobre como nosso povo tem avançado”, disse o vice-presidente, em cerimônia da qual participaram os governadores dos estados.

Maduro, que explicou ter retornado à noite a Caracas, lembrou que o presidente “está na batalha”, depois de ter sido submetido em 11 de dezembro a uma quarta cirurgia de câncer.

Segundo o último boletim médico divulgado no domingo, Chávez respondeu bem ao tratamento nos últimos dias, mas ainda sofre de insuficiência respiratória.

Maduro relatou ter viajado com o presidente do Legislativo, Diosdado Cabello, o ministro de Energia e Petróleo, Rafael Ramirez, a Procuradora da República, Cilia Flores, e o irmão de Chávez e governador de Barinas (oeste), Adán Chávez.

Espera-se que o vice-presidente, escolhido por Chávez como seu herdeiro político, apresente nesta terça o relatório de 2012 para a Assembleia Nacional, que substitui o presidente.

A situação de saúde de Chávez deixa a Venezuela apreensiva.

Ele não tomou posse de seu novo mandato em 10 de janeiro, mas o Tribunal Superior de Justiça decidiu pela legalidade da continuação do governo e do adiamento da posse até ele ter condições, decisão que desagradou à oposição, que critica a falta de informações sobre o estado de saúde do presidente.