Com o intuito de discutir os problemas em comum e a melhor forma de resolve-los, além de reforçar a idéia de trabalho em conjunto, representantes da Polícia Nacional Paraguaia estiveram na manhã de terça-feira (26), na sede do Terceiro Pelotão da Polícia Militar de Mundo Novo, onde reuniram-se com o Coronel PM Osnei Duarte, diretor do Departamento de Operações de Fronteira (DOF).

Também participaram do Encontro, o major César Freitas Duarte, comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, que tem jurisdição sobre oito municípios da região Cone Sul de Mato Grosso do Sul,  o Capitão Joeder Martins, comandante da PMem Mundo Novo, o delegado da Polícia Civil Natanael Matias e o tenente Edenilson Pereira Domingos, comandante local do Corpo de Bombeiros.

O comissário Wigberto Duarte Orella, chefe da divisão de investigação de delitos da Polícia Nacionalem Salto DelGuairá, teve reconhecido seu gesto de boa vontade, ao determinar a apreensão em território paraguaio de veículos roubados ou furtados no Brasil e a posterior entrega dos mesmos aos seus legítimos proprietários. Este ano, já foram devolvidos dez veículos que haviam sido roubados na região e levados para o Paraguai.

Outro fato que chama a atenção é a captura no vizinho País, de meliantes que tem contra si, mandados de prisão expedidos pela Justiça brasileira. Apenas neste ano, oito brasileiros, que eram foragidos, foram detidos no Paraguai e encaminhados até o Posto Fiscal Leão da Fronteira, localizado na divisa entre os dois países e lá entregues aos cuidados da Polícia Militar de Mundo Novo.

Já o Comissário Orella, disse estar muito grato aos policiais mundonovenses, que recentemente encaminharam aos seus cuidados, várias motocicletas que circulavam ilegalmente no Município, sendo que diversas  delas eram roubadas ou furtadas no Paraguai.

Na reunião, foi decidido que estratégias de segurança serão elaboradas conjuntamente pela Polícia Nacional Paraguaia, Polícia Militar, Polícia Civil e DOF, visando propiciar mais tranqüilidade aos moradores da região e combater os crimes típicos de fronteira.

Em breve, deverá acontecer um novo encontro entre os representantes dos organismos de segurança, em que haverá um melhor detalhamento das estratégias a serem implantadas.