E6AE44586515BE258639153A584A
Adriano Imperador treina no CT do Atlético-PR desde dezembro – Reprodução/Twitter

Foram mais de dois meses entre a chegada ao CT do Caju, o primeiro treino com a camisa do time e as incertezas em torno de sua permanência em Curitiba. Na última segunda-feira, no entanto, um acordo, enfim, foi selado para que o Atlético-PR se tornasse o novo império de Adriano num contrato de produtividade que vem acompanhado por uma cartilha de comportamento e que lhe permitirá mais do que dobrar os seus vencimentos.

O novo reforço rubro-negro chega recebendo cerca de R$ 100 mil mensais. É mais do que os R$ 50 mil de sua última passagem pelo Flamengo, em 2012. Ele deixou a equipe ao fim do vínculo sem entrar em campo.

Um de seus objetivos em mais esse novo capítulo na sua conturbada carreira é fazer com que, a partir de seu sucesso no gramado, seja possível turbinar também o valor.

Para isso, no alinhamento das cláusulas que retardou o fechamento do acordo, o Imperador pediu para que pudesse trabalhar livremente a sua imagem no mercado. Desde o fim do ano passado, ele é cliente da empresa de marketing ROI Esportes, que participou das negociações para a sua vinda para a capital paranaense.

“O Atlético-PR deixou isso claro nas conversas que tivemos. Ele (Adriano) tem liberdade para ir atrás de seus patrocínios pessoais. O que posso dizer é que a imagem dele será trabalhada em conjunto para que possamos todos lucrar”, explica Cleverson Passos, um dos sócios da ROI, ao ESPN.com.br.

Pelo acordo, a empresa também poderá trazer parceiros para o Furacão e, para isso, mantém contato com o diretor de comunicação do clube, Mauro Holzzman.

Conforme revelado pela reportagem na última semana, o estafe do atleta já negociava com a americana Under Armour para que ele se tornasse garoto-propaganda da empresa de material esportivo antes mesmo da assinatura de seu contrato. A Warrior, outra marca estrangeira, também se encontra no radar.

A princípio, Adriano carregará o número 30 nas costas. Enquanto a sua tradicional 9 pertence ao artilheiro Ederson, a 7 é da revelação Marcelo e a 10 do espanhol Fran Mérida, peça importante nos contatos do time no exterior. A única regalia a qual o Imperador terá direito nesse começo será o aluguel pelo clube de uma casa escolhida por ele.

Em contrapartida, em seu contrato, o atacante assume o compromisso de se submeter à cartilha do time, não abusando das redes sociais, se mantendo dentro do peso estipulado pelo técnico Miguel Ángel Portugal e evitando as noitadas.

Além de toda a estrutura do CT do Caju, ele terá o acompanhamento de membros renomados da diretoria atleticana, como o psicólogo Dionísio Banaszewski, conselheiro rubro-negro. Ele foi o responsável por conduzir o tratamento do goleiro Rodolfo, que voltou recentemente de uma suspensão de dois anos por uso de cocaína. O médico e vice-presidente Luiz Sallim Emed acompanhará a situação de seu tendão de Aquiles.

Os dirigentes estiveram presentes no encontro que selou a continuidade do projeto Imperador na volta do centroavante a Curitiba após sumir por uma semana no fim do mês passado e confessar a amigos que não retornaria mais.

Depois de ter o seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário), Adriano já está liberado para estrear pelo Atlético-PR e pode aparecer contra o boliviano The Strongest, na próxima quinta-feira, na Vila Capanema, pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. Cleverson Passos, da ROI Esportes, que trabalhou no negócio ao lado de seu sócio Tiago Rodrigues e do empresário do atleta Luiz Cláudio Menezes, o Luca, aposta num 2014 positivo para a nova estrela do Furacão.

“Veja o Ronaldo no Corinthians. Ele também vinha de uma fase complicada e teve um retorno muito bom. Com o Adriano, não tenho dúvida de que irá acontecer o mesmo, é um cara simples, humilde, adorado por todos e que tem uma marca fortíssima”, afirma Cleverson.