Receita-Federal-logo-marca
Receita aperta cerco as fraudes e intima 3 mil em MS

A Receita Federal aperta o cerco contra fraudes na declaração do Imposto de Renda de pessoas físicas em Mato Grosso do Sul e já intimou cerca de 3 mil contribuintes para prestar esclarecimentos sobre seus rendimentos. As informações são do jornal Correio do Estado.

No ano passado, as fiscalizações atingiram 4.160 pessoas e os cofres públicos conseguiram recuperar o montante de R$ 64 milhões, somando o valor do imposto, mais multas e juros.

As ações da Subsecretaria de Fiscalização neste ano começaram no mês de abril, com o foco da malha fina voltado para as deduções informadas pelos contribuintes e as informações prestadas por meio da Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf).

Nessa primeira etapa, quem receber a intimação deve comparecer a Receita apenas para comprovar os dados informados na declaração. O contribuinte pode ter caído na malha fina de um dos cinco anos anteriores e, por isso, é imprescindível guardar a documentação referente ao período.

A fiscalização intensificada neste mês tem o objetivo de corrigir as falhas dos anos anteriores, mas também prevenir que os mesmos erros sejam cometidos na declaração referente a 2013, que tem até 30 de abril para ser entregue. “Nós intensificamos as ações da malha fina neste período para já servir como ação corretiva, evitando que o mesmo erro aconteça agora”, explica chefe de fiscalização da superintendência regional da Receita Federal, Marcos Andre.A reportagem é de Paula Vitorino.