764117827Um adolescente de 16 anos apreendido em flagrante pelo furto de uma motocicleta foi liberado, antes mesmo do término do TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência), na manhã de hoje. A vítima, um auxiliar de escritório de 39 anos, que teve o nome preservado, ficou indignada com o fato.

“A gente que trabalha pra conseguir as coisas tem que ficar dentro da delegacia por horas para registrar uma ocorrência, agora um moleque que fica de madrugada na rua roubando o que os outros conseguem com sacrifício é facilmente liberado, porque o papai e a mamãe lembram só agora que tem filho. Que lei é essa, que um adolescente de 16 anos é maduro o suficiente para saber em quem elege, mas não tem discernimento para responder pelo crime que comete”, fala à equipe do Midiamax.
De acordo com a vítima, ele acordou durante a madrugada, por volta das 3 horas, com os cachorros latindo e emitindo som de choro. “Fui ver o que estava acontecendo e o meu filho acordou junto, de 14 anos, porque eu sei onde ele está de madrugada, dou educação a ele”, diz.
Ao chegar à varanda, eles viram duas pessoas empurrando a motocicleta Titan 125, do genro pelo rua, que estava estacionada no quintal da residência. “Minha reação na hora foi de correr atrás deles, não pensei outra coisa”, conta. Nisso, os criminosos, abandonaram o veículo e fugiram a pé.
Eles acionaram o Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) pelo 190 para comunicar o crime. Os policiais militares em rondas pelo bairro encontraram um grupo de jovens, dentre eles os suspeitos pela tentativa de furto do veículo.
Eles foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, região sul de Campo Grande. Um deles foi identificado como Chesman Junior Meza Farinha, de 25 anos, e o outro um adolescente de 16 anos, que teve o nome preservado conforme o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).
Chesman tem diversas passagens pela polícia, dentre elas roubos e furtos.
Fonte: MidiamaxNews