fefbcff54e6a1659950d640888b58922
As informações são do site Tribuna Popular

A Polícia Nacional Paraguaia foi acionada na noite do último sábado (14) para deslocar até a Colônia San Alfredo, no município de Naranjal, no Paraguai, a cerca de 70 quilômetros de Foz do Iguaçu (PR).

No local, os policiais constataram que estavam mortas três brasileiras: Wali Adiers Jaster,  46 anos, e suas duas filhas Francieli Jaster Adiers, 23 anos  e Andresa Jaster Adiers, 21 anos.

A primeira vítima Wali Adiers Jaster, apresentava marcas de 16 facadas no corpo e teria sido morta em um dos quartos, a filha Francieli Jaster Adiers, possuía 13 facadas e teria sido morta no corredor e Andresa Jaster Adiers, com seis facadas foi morta no curral da propriedade rural.

No interior de um dos cômodos foi localizada uma criança (filha de Francieli Jaster Adiers) de quatro anos sem lesões, porém aparentando estar em estado de choque.

Da residência foi roubada uma caminhonete, marca KIA, modelo Sorrento, de cor branca, de placas paraguaias CAE-757, de propriedade de uma das vítimas.

As investigações estão a cargo do agente do Ministério Público Paraguaio, Maria del Carmen Meza, lotada na cidade de Iruña.

As informações são do site Tribuna Popular