O motorista será ouvido pelo delegado de plantão e autuado por contrabando - Por: Marco Campos com fotos de TL Noticias
O motorista será ouvido pelo delegado de plantão e autuado por contrabando - Por: Marco Campos com fotos de TL Noticias
O motorista será ouvido pelo delegado de plantão e autuado por contrabando – Por: Marco Campos com fotos de TL Noticias

Uma carga de cigarros avaliada em mais de R$ 2,3 milhões foi apreendida na tarde desta terça-feira (24) pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Três Lagoas.

A apreensão ocorreu por volta das 14h45min após ser montada uma barreira policial na rodovia MS-377, entre os municípios de Água e Inocência. No momento das fiscalizações, os militares foram avisados por um motorista que um carreteiro estaria fazendo uma manobra de retorno na rodovia, a aproximadamente 20 km de Inocência.

Ao checarem a informação, a equipe confirmou a denúncia e abordou o caminhoneiro Adair Dias de 40 anos, residente em Iguatemi-MS. Ao ser indagado sobre seu retorno, o homem logo confessou que estava carregando caixas de cigarros contrabandeadas e que pelo transporte de Campo Grande até São Paulo-SP receberia R$ 3 mil.

O caminhão Mercedes Benz com placas de Curitiba-PR foi apreendido junto com o carreteiro e juntos, foram trazidos para a Polícia Federal (PRF) de Três Lagoas.

Ao ser feita uma contagem na carga, os policiais rodoviários confirmaram que a carreta estava carregada com 1.560 caixas de cigarros, que somaram 78 mil pacotes e 780 mil maços de cigarros. A carga apreendida está avaliada em mais 2,3 milhões.

O motorista será ouvido pelo delegado de plantão e autuado por contrabando. As investigações continuam para descobrir que levou a carreta do Paraguay até a capital e quais os nomes dos “batedores” que não foram encontrados no momento da abordagem.

Por: Marco Campos com fotos de TL Noticias