Kemp reconhece ser inegável a insatisfação da população
Foto: Álvaro Rezende/arquivo/Correio do Estado
Kemp reconhece ser inegável a insatisfação da população
Kemp reconhece ser inegável a insatisfação da população

Petistas de Mato Grosso do Sul afirmaram que a crise política e econômica desencadeada no atual governo da presidente Dilma Rousseff, estão levando o PT ao enfraquecimento moral e político em todo o País. O caos enfrentado pelo partido é tão grande que tem causado temor nos partidários, do impacto negativo que esses abalos poderão causar nas próximas eleições. Para eles, a grande ameaça é que o PT acabe virando “pó” diante das crises e, também, do escândalo de corrupção que acapachou a Petrobras.

“Nossa grande tarefa é reverter essa questão da crise. Isto é o principal”, admitiu o presidente regional do PT e prefeito de Corumbá, Paulo Duarte. Com pretensão de ser reeleito, o dirigente petista está na expectativa que o quadro desfavorável que assola o partido, seja revertido o quanto antes. “A grande missão desse momento é aplicar medidas boas, com revisão de alguns ajustes fiscais. Isso é o mais importante a ser feito,  embora ainda haja a crise política”.

Assim como Duarte, o deputado estadual Pedro Kemp concordou que o PT está vivendo uma “má fase” que só será vencida, se Dilma conseguir driblar as crises no “campo político e econômico”. “Se a presidente conseguir demonstrar que as medidas tomadas surtem efeitos e o país voltar a crescer, é possível (sair da fase ruim do partido)”.

Fonte: Correio do Estado