dof2Levantamento estatístico realizado pela direção do DOF e divulgado na noite dessa terça-feira(28), revela que nos últimos 12 meses, as apreensões de drogas na fronteira do Estado, mais que dobraram e o prejuízo do crime com o tráfico, contrabando e descaminho passam dos 150 milhões de reais.
No que se refere a drogas, continuam se destacando as apreensões de maconha, com cerca de 67 toneladas da droga, que teve um aumento de 115% se comparado ao período anterior estudado, seguido por apreensões de cocaína com cerca de 320 quilos da droga que cresceu 60% e do haxixe que aumentou cerca de 70% com aproximadamente 70 quilos.
Já no contrabando foram apreendidos pneus, agrotóxicos, mas o grande destaque ficou mesmo por conta das apreensões milionárias de cigarro com quase 815mil pacotes, que chegaram a aproximadamente 37milhões de reais.
Mercadorias produto de descaminho também foram apreendidas aos milhares pelo DOF, com destaque absoluto para confecções, cosmético e brinquedos, que totalizaram um prejuízo de aproximadamente 50milhões de reais.
Foram apreendidas ainda 55 armas de fogo; 4.325 munições de diversos calibres; 5.000 comprimidos de ecstasy; 772 veículos produtos de roubo, furto, com adulteração ou envolvidos no narcotráfico ou contrabando; presas 330 pessoas envolvidas no narcotráfico e ainda cumpridos 86 mandados de prisão.
“Números positivos como esse só são possíveis devido ao comprometimento e o desprendimento de cada policial do Departamento, alinhado a políticas estratégicas do Governo do Estado através da SEJUSP, subsidiando as ações desenvolvidas pelo DOF” explica o diretor Ary Carlos Barbosa, Coronel da PM.

20150729064410