foto resgate (1)Dois jovens, um com 22 e o outro 23 anos de idade, tiveram na noite de domingo (27), suas vidas salvas por uma equipe do Terceiro Pelotão da Polícia Militar de Mundo Novo, município localizado no ponto mais extremo ao sul do estado de Mato Grosso do Sul, que há mais de sessenta dias sofre com fortes chuvas.

O drama dos rapazes teve início quando eles, que estavam na “Prainha”, localidade situada distante cerca de 18 quilômetros da cidade, utilizando uma motoneta Honda Biz e transitando pela denominada “Rodovia do Cascalho”, tentavam chegar ao núcleo urbano, durante uma tempestade. Quando se aproximaram da Capela Católica São José, ainda na área rural, uma forte enxurrada os arrastou para dentro de um riacho que havia transbordado.

Eles conseguiram se agarrar em uma cerca de arame farpado e um deles, usando o próprio celular, chorando muito e desesperado, acionou os policiais militares de Mundo Novo através do número de emergência.

Teve inicio então uma operação emergencial de resgate, em que os militares se deslocaram até determinado ponto com a viatura policial, sendo que dois quilômetros antes do local em que estavam as vítimas, a estrada ficou intransitável.

Apesar da forte tempestade, com muitos raios e trovões, eles seguiram a pé, em meio ao verdadeiro mar de lama e barro que ali havia se formado e munidos de uma corda, após dezenas de tentativas, conseguiram alcançar a corda a dupla, que se amarraram a corda e foram içados pelos policiais militares. A motoneta, os capacetes e alguns outros pertences das vítimas foram levados pela água e até o momento não foram localizados.

Já na sede do Terceiro Pelotão da Polícia Militar, Willian Rodrigo Campos, de 23 anos e Osvaldo Aparecido Kuhne de 22 anos, muito emocionados, agradeceram os policiais que em um ato de heroísmo salvaram suas vidas.