Grãos teriam Colômbia como destino - Foto: Divulgação 6º DN
Grãos teriam Colômbia como destino - Foto: Divulgação 6º DN
Grãos teriam Colômbia como destino – Foto: Divulgação 6º DN

A Receita Federal apreendeu, hoje de manhã, seis embarcações que transportavam 8 toneladas de soja sem documentação exigida, no Rio Paraguai, em Corumbá – distante 444 km de Campo Grande. A carga, flagrada no contexto da Operação Ágata, está avaliada em R$ 10 milhões. A mercadoria estava sendo transportada da Bolívia para a Colômbia.

Segundo o inspetor da Receita, Haroldo Idehara, apesar de se tratar de águas internacionais, não há necessidade da mercadoria ser nacionalizada, porém, desde que houvesse documentação.

As barcas foram recolhidas no porto de Cinco Bacia, onde aguardarão que a empresa proprietária da carga apresente os documentos.

Na semana passada, foram apreendidos sete toneladas de alimentos da Bolívia sem documentação, numa pousada, em frente da estação rodoviária de Corumbá, também no contexto da Operação Ágata.

Fonte: Correio do Estado