Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) recebeu R$ 5 milhões do caixa 2 da Odebrecht, segundo Benedicto Barbosa da Silva Júnior, ex-presidente da Infraestrutura da empresa, um dos delatores da Operação Lava Jato. O dinheiro, pago em 2014, seria destinado à campanha eleitoral do ex-senador para o Governo do Estado.

Um dos encontros de Benedicto Júnior, conhecido como BJ, com Delcídio para detalhar o andamento do pagamento das parcelas aconteceu em uma suíte do hotel Copacabana Palace, um dos mais caros do Rio de Janeiro. O delator conta que foi convidado pelo então senador para um café da manhã.

“Uma das vezes que ele veio me cobrar, foi no segundo semestre, ele ficou hospedado no Copacabana Palace e eu me dirigi até lá para tomar café da manhã com ele, para prestar contas”, explicou

CampoGrandeNews