Justiça pede para que Polícia Militar pare de prender traficante

Decisão do juiz José Henrique Kaster Franco, de Nova Andradina, determinou que a Polícia Militar local pare de prender um traficante na cidade. No despacho, o magistrado disse que o homem, com várias passagens pela polícia, não seja preso pelos mesmos motivos anteriores, que o levaram a ser solto.

O suspeito, Eduardo do Nascimento Santos,22, conhecido como ‘crentinho’, foi preso por diversas vezes. Só em setembro, foram duas prisões, sendo no dia 1º e dia 16.

Na última vez que foi parar na polícia, estava portando uma pequena porção de maconha. Diante disso, o juiz entendeu que não houve indícios de tráfico de drogas, e pôs o suspeito em liberdade.

O magistrado pediu que as denúncias que chegaram contra Crentinho sejam apuradas pela Polícia Civil na cidade, e não pela PM.

O juiz chegou a pedir para que o suspeito utilizasse tornozeleira eletrônica, mas como não havia o equipamento disponível, ele foi solto sem qualquer restrição.