A Polícia Civil confirmou a morte da pequena Tabata Fabiana Crespilho da Rosa, de 6 anos, que estava desaparecida desde terça-feira (26). O corpo da criança teria sido deixado na região do Conjunto Sonho Meu. A localização exata não foi divulgada para evitar tumulto e outros detalhes sobre a morte, como a causa, não foram ainda divulgadas.

Segundo informações da Polícia Civil, Eduardo Leonildo da Silva, de 30 anos, foi preso após análise de câmeras de segurança das casas próximas da Escola Rui Barbosa, para onde a garota deveria ter ido na tarde da última terça-feira (26).

Ele é acusado de acompanhar a criança e seu irmão até as proximidades do estabelecimento educacional, de onde ele teria levado a menina em um Gol de cor branca. Morador do mesmo bairro da vítima, o acusado também é suspeito de assassinar uma jovem em 2010 e era conhecido da família de Tabata.

Praça de guerra 

Após a divulgação da notícia da prisão, pessoas foram se aglomerando na frente da 7ª SDP na noite desta quarta-feira (27) para tentarem linchar o suspeito, que teve que ser transferido. A família da menina aguarda esperançosa que ela fosse encontrada com vida. Pedras foram lançadas na delegacia, que teve a sua entrada destruída, foi preciso conter a multidão com bombas. Alguns carros da imprensa foram queimados e outros virados.

 

Umuarama