Com sessão ao vivo pela página no Facebook e no site, os vereadores de Mundo Novo, seguindo as restrições conforme o Decreto Municipal, com distância considerável, abordaram vários ações em tempo de pandemia (Covid-19) e o enfretamento do poder público ao combate. A Sessão Ordinária foi realizada desta segunda-feira 27, às 9h na presidência do vereador/presidente Paulo Lourenço.

On-line:
Só com a participação dos vereadores no Plenário, a maioria fez uso da Tribuna em transmissão pelas redes sociais. Na região a Câmara de Mundo Novo é pioneira no sistema de transmissão on-line.

Sanesul:
Os parlamentares foram unanimes e dispostos para solução para normalidade do fornecimento de água potável nos lares da cidade, com falta constante, sendo insuficiente para atendimento de toda população. Os vereadores estão engajados para uma solução definitiva, em contato com responsáveis na Capital, e auxilio político junto à Sanesul para ampliação de poços artesianos. Cada parlamentar fez sua queixa e comprometimento em solução rápida.
Um caminhão pipa foi deslocado de Naviraí para atendimento paliativo.

Projetos:
Foi aprovado pelos vereadores a municipalização da antiga Escola Estadual Professora Terezinha dos Santos Mendonça no Bairro Vila Nova, para competência da Secretaria Municipal de Educação e efetivação de dois professores para atendimento necessários na unidade escolar. O projeto de iniciativa do Executivo.

Aprovado pelos vereadores a Semana do Altíssimo em âmbito municipal. O projeto de iniciativa da Legislativo tem até 90 para o parecer do Governo Municipal, para inserir no Calendário, sendo o dia 2 de abril, Dia do Altíssimo, uma data de conscientização e realização de atividades demonstrativas em alusão.

Outro projeto de inciativa do Legislativo com aprovação dos parlamentares é a suspensão de empréstimo financeiro do servidor municipal até 90 dias, com prorrogação igual ou até a duração da pandemia, ficando a livre escolha para transferência que serão inseridas ao final do contrato com agência financeira, sendo vedado cobranças de multas e juros.