Mais de 59 toneladas de maconha foram destruídas

Nova etapa da Operação Nova Aliança, das polícias Paraguai e Federal do Brasil, já apreendeu mais de 59 toneladas de maconha na fronteira entre os países vizinhos. A operação contra o tráfico de drogas está na 22ª fase e tem como alvo centros de produção e armazenamento de maconha.

De acordo com informações do site Porã News, logo no primeiro dia de serviço dois campos de plantação e 2.200 quilos de maconha recém colhida foram localizados e destruídos. Os agentes destruíram 19 hectares de plantação deveriam produzir cerca de 57 toneladas do entorpecente.

Ao todo, o prejuízo aos traficantes gira em torno de 2 milhões de dólares, valor que poderia ser 10 vezes maior após a venda.

As ações contam com participação de agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai, com o apoio da Força Tarefa Conjunta e  homens e helicópteros da Polícia Federal do Brasil. A base de operações foi instalada em Pedro Juan Caballero.