A equipe mediu a área incendiada que perfez 11,85 hectares

O Comando da Polícia Militar Ambiental determinou que todas as frentes de trabalho de fiscalização ambiental executadas pelas 27 Subunidades no Estado realizem trabalhos preventivos informativos por meio de panfletagem e de Educação Ambiental em prevenção aos incêndios, na operação Prolepse nas propriedades rurais.

Na quinta-feira (6) Policiais Militares Ambientais de Naviraí, que estão trabalhando na Operação do Ministério da Justiça Hórus, em prevenção e repressão aos crimes ambientais fronteiriços perceberam um incêndio ocorrendo em área de pastagem em uma propriedade no Município.

A equipe foi ao local e o arrendatário da fazenda informou que o funcionário havia colocado fogo em uma moita de capim à margem da cerca, havendo perda do controle, passando para a área de pastagem. Porém, ele informou que a o uso da área seria modificado para lavoura e seria gradeada com tratores para o plantio de soja. A equipe mediu a área incendiada que perfez 11,85 hectares.

Os Policiais autuaram administrativamente o arrendatário da fazenda, um homem de 34 anos, residente em Itaporã, e aplicaram multa de R$ 11.850,00.

Todos na fazenda foram orientados exatamente sobre a possibilidade deste tipo de perda de controle, bem como sobre os problemas gerados pelos incêndios e receberam folhetos com informações.

 

 

Fonte: Jornal do Conesul