Subiu para 9 o número de mortes por dengue em Mato Grosso do Sul, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde. Hoje foram confirmadas as mortes de uma mulher de 70 anos em Campo Grande, outra idosa de 76 anos em Sidrolândia e um adolescente indígena de 15 anos em Miranda.
O adolescente da etnia Terena morava em uma aldeia, a 35 quilômetros de Miranda, e morreu no dia 7 de fevereiro na Santa Casa de Campo Grande onde ficou internado por seis dias.

As outras mortes confirmadas com exames laboratoriais foram uma em Campo Grande, uma em Aquidauana, um em Nova Andradina e duas em Vicentina.

De acordo com a Secretaria, outros sete óbitos estão em investigação na Capital, uma em Nioaque e outra morte em Aquidauana. Em Aquidauana o caso que segue sob suspeita de dengue é o do jovem William Carpejani Júnior, 27 anos, que morreu no dia 23 de janeiro no Hospital do Coração, em Campo Grande.

Conforme o último balanço de notificações, até o dia 2 de fevereiro foram registradas 28.204 casos suspeitos de dengue em Mato Grosso do Sul. Um novo boletim deve ser divulgado na tarde desta quinta-feira. Na Capital, já são 25.776 casos suspeitos até a segunda-feira, conforme divulgou a Secretaria Municipal de Saúde.

Fonte: Campo Grande News