Governador lança programa em evento, hoje, na Sanesul - Foto: Divulgação
Governador lança programa em evento, hoje, na Sanesul - Foto: Divulgação
Governador lança programa em evento, hoje, na Sanesul – Foto: Divulgação

Mato Grosso do Sul anunciou que recorrerá a uma Parceria Público-Privada (PPP) – contrato firmado entre governo e empresa privada – para levar, nos próximos dez anos, saneamento básico para 68 municípios do interior do Estado atendidos pela Empresa de Saneamento de MS (Sanesul).

O edital para o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) foi publicado hoje (23) no Diário Oficial, abrindo para o recebimento de estudos técnicos para a concretização do projeto.

Com a publicação do PMI, o Estado quer atrair interessado abrindo caminho para as parcerias com a iniciativa privada. Os estudos técnicos vão determinar as possibilidades de arranjos econômicos para viabilizar o projeto, que tem investimentos estimados em aproximadamente R$ 3,9 bilhões, somando as obras de infraestrutura, operação e manutenção do sistema, considerando-se um tempo de contrato de 30 anos.

“Vamos nos valer do mecanismo de PPP para melhorar a saúde e a qualidade de vida de quase dois milhões de sul-mato-grossenses”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja durante o lançamento.