O Banco do Brasil agencia de Naviraí, esteve em conformidade com Estado do Mato Grosso do Sul na realização do “dia D”do FCO, com projeto de ampliação para Linda de Credito, que contemple empreendimentos geradores de empregos.

A oficina aconteceu na tarde desta quinta-feira-15,12, na Sala de Reuniões do BB, com a presença da classe empresarial e autoridades do município, sendo conduzida pelo gerente da agencia naviaense, Anderson Takusi okahara, gerente pessoa jurídica, Valdecir Jandrei e do bancário, Henrique de castro carvalho.
O prefeito eleito de Naviraí, Izauri de Macedo, em viabilidade ao futuro de sua cidade; na sua mensagem esteve propagando a necessidade de aumentar a renda perca pita do município, que está em discrepância de valores. As perdas sucessivas, tem ocasionado um défice de perdas, sendo até R$ 600 mil reais ao mês, que deixa de ser gerenciado pelo município.
Para o prefeito eleito a oferta de credito do Banco do Brasil, está sendo fundamental para ampliação dos empreendimentos existentes e das empresas que se projetam suas instalações em Naviraí, retomando e ampliando as vagas de serviços, seguindo o objetivo do município que é o seu progresso.
O presidente da ACEN(Associação Comercial Industrial de Naviraí) Mario Nelvo, ressaltou da importância da oferta de credito, principalmente aos empreendedores com necessidades de ampliação. Sem a limitação para investimentos, passam ser robusto para conclusão dos projetos e consequentemente todos ganham na geração de empregos.

Toda estrutura do Banco do Brasil no estado foi mobilizado para divulgar o FCO- Fundo Constitucional para Financiamento do Centro-Oeste- para geração de emprego e renda, visando incentivar o setor produtivo e empregar um volume maior do Fundo. O Banco do Brasil é o banco que mais investe no Estado.

Direcionada aos empreendimentos integrantes dos setores industrial, agroindustrial, mineral, de turismo, de infraestrutura econômica, comercial e de serviços, com prioridade ao seguimento de micro e pequenas empresas, a linha de credito apresenta taxas a partir 0,93% ao mês, estabelecidas de acordo o perfil do cliente. Com aplicação do Bônus de Adimplência, a taxa mínima fica em 0,79% ao mês.
O prazo de pagamento para operações de investimento pode chegar até 15 anos, incluso até 5 anos de carência para o pagamento da primeira prestação. Para o capital de giro o prazo é de até 24 meses, incluso até 6 meses de carência para o pagamento da primeira prestação. Outro diferencial é o Bônus de Adimplência, beneficie que possibilite o rebate mensal de 15% do valor dos juros pagos nas parcelas do empréstimo.

No ato foi apresentado em slide algumas empresas no Estado beneficiada com FCO, incluso as de Naviraí, sendo aportado um testemunho pela equipe Chama, atreves do proprietário José Chagas dos Santos, que o SuperMercado Chama e Fogo Atacadista, principalmente o Fogo Atacadista, é realidade com viabilidade do credito diferenciado-FCO, que contribui a mais para Naviraí entorno de 90 empregos.

O gerente da agencia de Navirai, Anderson Takusi okahara, afirmou que o Banco do Brasil, tem colocado à disposição um montante considerável para os empreendedores, sendo importante a procura na agencia e comparar a melhor forma de negociação de acordo com o projeto de empreendedor.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé
Gerente BB Anderson e o prefeito Izauri
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em péChagas proprietário do SpMercado Chama e Fogo atacadista
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em péMario presidente da ACEN e proprietário do Gesso União