A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (12) a Operação “Contravigilância” para desarticular um grupo criminoso acusado de lavagem de dinheiro adquirido pelo contrabando e tráfico de drogas na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai  e o crime de  evasão de divisas.

Coordenada pela Delegacia de Polícia Federal de Naviraí (MS), foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. Três no Município de Mundo Novo (MS), fronteira do Brasil com o Paraguai, e um no Município de Magé (RJ).

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal da Seção Judiciária de Campo Grande e tiveram como destino endereços residenciais e comerciais dos investigados. Foram apreendidos documentos e aparelhos celulares, além de ser realizada uma prisão em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e munições, tendo sido encontrados um revólver calibre 38, uma garrucha e três carabinas, além de munições de calibres diversos.

Os investigados estariam lavando dinheiro de origem ilícita dos recursos financeiros obtidos com a prática do contrabando e do tráfico de drogas, além de promoverem a evasão de divisas para o Paraguai.

A movimentação financeira dos investigados entre 2013 e 2017 foi de aproximadamente R$ 20 milhões

Participaram da operação cerca de vinte policiais e nome da operação é uma alusão à atuação de um dos investigados no ramo da segurança privada.

diariodigital