O parlamentar alternou bons e maus momentos no hospital enquanto se tratava da covid.

O deputado estadual José Almi Pereira Moura, o Cabo Almi (PT), de 58 anos, morreu nesta segunda-feira (24) em decorrência de complicações do coronavírus. O parlamentar ficou internado e intubado lutando contra a doença entre altos e baixos, mas não resistiu e veio a óbito com o pulmão bastante comprometido.

O parlamentar alternou bons e maus momentos no hospital enquanto se tratava da covid. A equipe médica que cuidou de Cabo Almi até cogitou uma possível extubação por conta da melhora no estado de saúde, mas que ficou no quase.

Cabo Almi havia sido diagnosticado com a covid no dia 4 de maio, mas decidiu ficar realizando tratamento em casa com a ajuda do oxigênio, mesmo tendo 50% do pulmão comprometido.

Ele estava no respirador e fazia acompanhamento hospitalar duas vezes ao dia. Também realizava exames diários e fisioterapia. Contudo, o quadro se agravou e precisou ser levado para um hospital de Campo Grande, onde foi intubado.

A esposa e a nora do deputado também contraíram a doença, mas encararam sintomas mais leves do que o político.

Cabo Almi começou sua trajetória na política no ano de 1996 quando foi eleito vereador de Campo Grande pelo PT (Partido dos Trabalhadores). Na sequência da carreira, foi reeleito por mais três mandatos e mudou-se para deputado estadual no ano de 2011.

No ano de 2014, nas eleições, conseguiu ser reeleito para o novo mandato com a ajuda de 21.195 votos. Em 2018, obteve 21.122 votos e permaneceu no cargo até o falecimento.

Fonte: Topmidia