Adão Aparecido Barros Lobato, de 43 anos, foi morto ontem (1º), no Assentamento Floresta Branca, em Eldorado, na frente do próprio filho, de apenas 9 anos. A morte aconteceu horas depois que ele discutiu com um homem, de 32 anos, conhecido como “Corujinha”.

De acordo com as informações, na manhã de ontem, Adão foi ligar o próprio carro, quando percebeu que o veículo estava sem a bateria. Suspeitando que “Corujinha” fosse o autor do furto, Adão foi falar com o homem, e eles acabaram discutindo. Em seguida a vítima foi para o centro da cidade comprar uma nova bateria, ao chegar em casa, junto com o filho e mais três amigos, foi surpreendido por “Corujinha”.

Com uma arma em mãos, o homem começou a atira contra Adão, que ainda tentou correr, mas foi perseguido por “Corujinha” e executado. O assassino fugiu em uma motocicleta de cor escura.

Foram recolhidas cinco munições no local do assassinato, sendo três deflagradas e duas intactas, todas no calibre .38. O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil, na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Eldorado.

 

Fonte: Jornal do Conesul