Policiais Militares Ambientais de Mundo Novo e fiscais do Imasul, que trabalham na operação Corpus Christi/Big Fish III-21, realizam fiscalização preventiva nos rios Paraná e Iguatemi e abordaram na sexta-feira (4), 14 embarcações, fiscalizaram 10 acampamentos e ranchos, em um total de 54 pessoas nos municípios de Mundo Novo e Eldorado.

Seis pescadores foram autuados por pesca ilegal. Dois paulistas, de 35 e 36 anos, residentes respectivamente em Santa Bárbara D’oeste e Americana (SP), estavam em uma embarcação e foram autuados por pescar sem a licença ambiental.

Um paranaense de 40 anos, residente em Terra-Roxa (PR) estava em uma embarcação e também foi autuado pelo mesmo motivo. Um baiano, de 46 anos, residente em Vitória da Conquista (BA) e um paranaense de 53 anos, residente em Pato Branco (PR), também pescavam juntos embarcados sem a licença ambiental. Por último, outro paranaense de 54 anos, residente em Assis Chateaubriand (PR), pescava embarcado sem o documento de licença obrigatório.

Com os pescadores foram apreendidos um barco, um motor de popa, quatro carretilhas e dois molinetes com varasOs autuados foram multados em R$ 1.000,00 cada. A pesca sem licença não é crime ambiental. Trata-se apenas de infração administrativa. Pagando a multa, o pescador poderá ter o material apreendido restituído.

PETRECHOS ILEGAIS APREENDIDOS

Durante o patrulhamento fluvial foram retirados dos rios duas cordas de espinhéis com 15 anzóis cada uma, 12 anzóis de galho e seis “joão-bobo (boias)”. Os infratores que armaram os petrechos não foram localizados.

 

Fonte: Jornal do Conesul