28/06/2022
Mais

    Aumento do preço de cortes bovinos ultrapassa os 25% em 2021, segundo o IBGE

    O mais recente levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o preço da carne vermelha aumentou, em média, 9,98% durante o ano de 2021 no Brasil. De acordo com a pesquisa, o filé-mignon e o peito bovino foram os cortes com as maiores altas, registrando 25,23% e 15,11%, respectivamente.
    As proteínas que poderiam ser vistas como substitutas também ficaram mais caras. O preço das aves e dos ovos disparou em 24,8% no período observado. Segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15 (IPCA-15), a inflação do país atingiu 10,4% nos últimos 12 meses acumulados, maior patamar desde 2015.
    Carnes como alcatra, patinho, picanha e contrafilé, por exemplo, aumentaram mais de 14%. Altas inferiores à média foram registradas para a costela, o fígado, o acém e o lagarto redondo. Os únicos cortes que viram seus preços diminuírem foram a capa de filé e a carne de porco, com quedas de 4,03% e 5,4%, respectivamente.
    Fonte: Ponto da Notícia

    Curta o Conesul

    Relacionados