756620161
Foto: Divulgação

A Polícia Militar Ambiental (PMA) iniciou hoje (15) a Operação Semana Santa, que contará com um efetivo de 300 homens. A fiscalização já vem sendo intensificada desde o dia 8 para com combater a pesca ilegal. A operação segue até

o próximo dia 22.

Além da fiscalização em áreas de pesca, serão realizadas barreiras, combate ao desmatamento e a carvoarias irregulares, extração e transporte de madeira e carvão ilegais, crimes contra a fauna e outros crimes ambientais, assim como visitas às propriedades rurais. Quatro equipes da Capital estarão em áreas mais críticas, fiscalizando todos os tipos de crime e infrações ambientais.

O efetivo da Capital também estará reforçando as cidades do interior banhadas por rios, como Coxim, Aquidauana, Corumbá e Miranda.

 

Alerta
O Comando da PMA alerta para a utilização dos recursos naturais dentro do que permite a legislação, uma vez que as penalidades administrativas e criminais podem chegar a R$ 50 milhões e até cinco anos de reclusão.

Informações sobre pesca, como retirada de licença e outras estão disponíveis no site da PMA. Todas as sub-unidades da PMA também disponibilizam o Manual do Pescador 2014, que contém a legislação de pesca para as Bacias dos rios Paraná e Paraguai.

O Comando da PMA também alerta quanto à origem do pescado adquirido durante a Semana Santa. Orienta-se comprar peixe de estabelecimentos autorizados e não de ambulantes e em beiras de estradas, pois quem adquire, transporta e pratica pesca predatória é penalizado.