Segundo o vereador, o prefeito Humberto Amaducci, citou na rede social Facebook e em jornais reoginais, “que o vereador é despreparado para exercer o cargo”.

11889458_1026769217344921_5463467387139236320_n

Em resposta, o vereador  fez uso da tribuna, durante a Sessão da Câmara Municipal de Mundo Novo (MS), realizada na segunda-feira (17), alegando que talvez o motivo do “despreparo” do vereador seja devido às várias denúncias feitas por ele contra a falta de remédios nos postos de saúde de município, além de que a Secretária de Saúde costuma mal tratar os pacientes.  O vereador lança um desafio a qualquer cidadão, para ir conferir a denúncia nos postos de saúde.

Botega se refere ainda que a raiva do prefeito é devida também ao fato dos vereadores não autorizarem o aumento do IPTU sugerido pela administração municipal, que elevaria a um total exorbitante de quase 1.000%  do valor atual

E continua afirmando que os vereadores foram contra a implantação de Plano Nacional de Saúde, com a tal ideologia de gênero, deixando o prefeito mais raivoso.

O vereador cita ainda ser contrário ao aborto, contrário ao aluguel de uma tenda para um pequeno evento, que custou aos cofres públicos R$ 10.000,00 por um dia, contrário ao propósito da administração de prestigiar o Contorno pela Copagril, quando toda população prefere pela rodovia do Cascalho e contrário ao nepotismo.

Nesta questão do nepotismo, o vereador dá outro nome ao lema Governo Transparente e Participativo do PT, chamando de “Governo Trás Parente e Participativo do PT”, um governo que trás a sogra, trás o cunhado, trás a cunhada, trás o sobrinho … O vereador preparou um dossiê que já encaminhou para o Ministério Público. Diz que o prefeito não pode se portar como um pavão pois se tirar as penas do rabo vira uma galinha pintada.

Citou ainda a mentira no “lançamento de um pacote de 17 milhões que seriam investidos no município, durante a Festa das Nações de 2013”, e nada foi feito.