1000x0_1448518177_282914362Nota assinada pelo presidente da legenda, Rui Falcão, denunciava o abandono do PT ao senador Delcídio do Amaral. Uma carreira meteórica, que ganhou forte impulso pela participação do senador na CPI dos Correios, parece agora fadada a um melancólico desfecho.
Muitos não compreenderam a pressa do PT em abandonar Delcídio. A postura contrasta com a histórica proteção a outros membros da legenda envolvidos em esquemas de corrupção. O próprio partido já pré-julgou Delcídio.
A atitude dá mostra de que o próximo passo deverá ser a punição do senador nas hostes partidárias.
Assim, fatalmente, Delcídio deve ser expulso do partido e perder o mandato.
A ironia fica por conta de quem assume em seu lugar. Pedro Chaves dos Santos Filho, empresário, sogro do filho de José Carlos Bumlai.