Homem acusado de matar outro a facadas, se suicida dentro de cela de delegacia


Severino Costa, de 61 anos, que foi preso na manhã deste domingo acusado de ter assassinado na manhã de sábado (05), o detento do semi-aberto Alvino Buri, de 62 anos, com três facadas no peito, cometeu suicídio minutos depois se ser autuado e flagrante.

Segundo consta no boletim de ocorrência, ao ser preso Severino estava muito agitado e por este motivo foi colocado em uma cela separada dos demais presos da delegacia.

Por volta das 11h30m, os policiais civis que estava de plantão na delegacia, notaram certo silencio na cela em que Severiano estava, e ao irem verificar, o encontrou enforcado com uma faixa enrolada entorno do pescoço e amarrada no registro do chuveiro.

De imediato os policiais cortaram a faixa no intuito de salvar Severiano, porém o mesmo já estava sem vida.

Severiano teria assassinado Alvino, após uma discussão entre eles que ocorreu na varanda de um bar localizado no bairro Jardim Primavera. Após cometer o crime, Severino fugiu em uma bicicleta, tomando rumo ignorado. Alvino que cumpria pena em regime semi-aberto pelo crime de homicídio, morreu no local.

Na casa de Severiano os policiais encontraram a bicicleta usada por ele, que estava com manchas de sangue nas luvas e no banco, uma camiseta com respingos de sangue, munições de espingarda e apetrechos para recarregar cartuchos.

Neste domingo ao ser preso, Severiano havia sido autuado em flagrante pelo crime de homicídio e posse irregular de arma.