UEMS quer parceria com Governo de Mundo Novo para tirar animais errantes das ruas

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), através dos professores Leandro e Alessandra, tem um projeto para os animais errantes (de rua).

A idéia é uma parceria com o governo municipal e toda a sociedade para ações educativas, impressão de materiais e campanha de castração. Os professores explicaram que a UEMS já acolheu alguns animais e que populares abandonam os animais na porta da universidade, imaginando o local “como um depósito de bicho”.

Segundo a UEMS, a maioria dos animais “de rua” já esteve em uma casa. “Temos que acabar com o abandono. O ser humano quando pega um animal ele se torna responsável por aquela criatura. Ele tem a guarda responsável”, explicou Alessandra, chamando a atenção para a falta de responsabilidade de muitos.

unnamed (5)Outro fator apontado é que este investimento acaba contribuindo com o setor da Saúde, já que a questão é de saúde pública – pelo controle da zoonose (evitar doenças transmitidas entre os animais e o homem).

Segundo estimativas não oficiais há em torno de seis mil e quinhentos animais em Mundo Novo. A UEMS pensa no apoio do governo local para uma ação conjunta que possa ter como parceiros a secretaria de Saúde, Agricultura (departamento de Veterinária), Educação, Meio Ambiente e Semcos (Secretaria de Comunicação). Alessandra e Leandro devem marcar um encontro com o prefeito Valdomiro Sobrinho e demais gestores nas áreas envolvidas para discutir a possibilidade da parceria.

#Semcos – Porque o povo tem o direito de saber!