ACIMN participa de comitiva empresarial FAEMS à Portugal

Nos dias 4 a 12 de Novembro, a FAEMS Federação das Associações Empresariais do MS, levou uma missão empresarial em visita técnica à Portugal, onde participou de um dos maiores eventos de Startups de Webtecnologias do Mundo WEBSUMMIT, que reuniu mais de 60 mil pessoas de 160 países. Participaram em representação da ACIMN, Julio Lucca, Presidente e Régis Cordeiro, diretor, acompanhado da sua esposa Ezane. Os empresários de fizeram parte da comitiva, tiveram a oportunidade de vivenciar de perto, as maiores inovações para os mais variados segmentos e palestras com os maiores nomes mundiais da área.
Em paralelo ao evento, também foram realizados diversos encontros empresariais, com as principais entidades associativas de Portugal, tais como, Confederação Empresarial de Portugal (CIP) entidade presidida por Antônio Saraiva e que foi apoio importante para realização dos encontros também com, Câmara de Comercio e Industria Portuguesa (CCIP), Federação das Industrias Portuguesas Agro-alimentares (FIPA) e Confederação de Comercio e Serviços de Portugal (CCP). Também nesta viagem, encontro importante na embaixada do Brasil, com o Embaixador Luiz Alberto Figueiredo Macado, onde explicitou a importância dos apoios institucionais e a participação da embaixada no estreitamento das relações bilaterais.
Um dos encontros marcantes, foi com a “Healthcarecity”, uma incubadora de startups voltada ao setor de saúde e bem estar.
Em complemento com a visitas profissionais, uma mistura de conhecimento e lazer, foram os passeios estratégicos à alguns atrativos da região de Lisboa, para buscar entender como o país tem lutado, com sucesso, no combate ao desemprego, onde reduziu de mais de 17% de desemprego, para pouco mais de 8% e que teve o Turismo como elemento chave nesta conquista. O país tem recebido 2,5 vezes a sua população em turistas, o que fez com que milhares de oportunidades fossem criadas para atender toda esta demanda.
Segundo Julio Lucca, o estreitamento de laços entre os dois países, podem trazer importantes contatos com possíveis empresários portugueses com interesses em investir no Mato Grosso do Sul, e quem sabe, em Mundo Novo, já que estamos em posição privilegiada com as Lojas Francas, Ferroeste, Lei Maquila no Paraguai e o mercado pujante desencadeado pelas compras no Paraguai que só no último ano, atingiu mais 3,5 milhões de turistas de compras.