Construção de ferrovia beneficia Mundo Novo com Porto Seco

Com tratativas avançadas para implantação de porto seco em Mundo Novo e outros municípios estratégicos no Mato Grosso do Sul, representantes de alguns segmentos representativos de Mundo Novo, estiveram debatendo com representantes da Associação Comercial e Industrial de Mundo Novo – ACIMN, presente seu diretor-presidente Ivan Klaus, vereadores Kaudi Filho e Jader Moreira, que estiveram representando o Legislativo e o secretário de Industria e Comercio, Marcos Eustáquio , respondendo pelo Executivo.
A reunião realizada na noite da última quinta-feira ,11, no Anfiteatro da UEMS objetivou a implantação do conselho denominado CODMN – Conselho de Desenvolvimento de Mundo Novo – para acompanhamento da instalação do Porto Seco e o projeto da Ferro Oeste, que torna-se realidade com linha férrea de um canal de Maracajú – MS a Cascavel – PR, passando por Mundo Novo.
Na próxima reunião ainda com indefinição do dia, representantes da Ferro Oeste participarão para detalhar a viabilidade do Porto Seco e os impactos econômico ao município e o agronegócio na região.
Porto Seco é um recinto alfandegado de uso público, administrado por uma entidade privada, que oferece serviços de armazenagem, movimentação, despacho aduaneiro de mercadorias importadas ou a exportar, em regime comum ou especial, sempre em área específica e delimitada pela Secretaria da Receita Federal, de tal forma que o controle aduaneiro seja mantido desde a entrada até a nacionalização e entrega dos produtos ao consignatário, no caso da importação, ou embarcadas em transporte internacional, no caso de exportação.

Vereadores Kaudi e Jader diretores ACIMN Ivan Klaus e Júlio Lucca.