Maniaco da cruz foge da Unidad Educacional de Internação (Unei) de Ponta Porã e fuga so foi descoberto na manha deste domingo (03)

O considerado maniaco da cruz por ter matado na cidade de Rio Brulhante em 2008 o pedreiro Catalino Gardena, a frentista Leticia Neves de Oliveira e Gleice Kelly da Silva, fugiu da Unei da cidade de Ponta Porã onde se encontrava internado, a fuga foi descoberta na manha deste domindo (03) durante a contagem dos internos realizados pelos funcionarios da unidade de internação.
O jovem foi classificado como maniaco da cruz por escolher ao acaso a suas vitimas que eram submetidas a uma sessão de perguntas sobre seus comportamentos sexuais antes de seren executadas por ser consideradas impuras e seus corpos posicionados em sinal de crucificação em ciminterios, os crimes aconteceram no ano de 2008 na cidade de Rio Brilhante quando o maniaco contava com apenas 16 anos de idade, após passar dois anos internado na unidade de internação, o mesmo com bom comportamento segundo o diretor da unidade PauloCesar Vilhaverde Torraca, quase acabou sendo colocado em liberdade mas a justiça determinou após uma pericia que o mesmo continue na unidade, hoje, Dionathan Celstrino com mais de 20 anos, considerado o maniaco da cruz não foi encontrado em seu quarto de internação, as policias desta cidade buscam pelo fugitivo neste momento.

Segundo informações o mesmo continuava internado por ser um perigo a sociedade, considerado um psicopata em potencial, com uma grande chances de voltar a matar lhe foi negado a liberdade no ano passado, segundo relatos o mesmo afirmava que seu maior sonho era superar o seu idolo que ele considerava ser o “maniaco do parque”