Para justificar o voto contrario ao auxilio financeiro de R$ 40 mil reais ao time profissional de Mundo Novo, Urso, o vereador Paulo Ricardo (PT), lembrou do inicio da gestão que o primeiro ato do prefeito Valdomiro com a Câmara, foi que os vereadores sendo favoráveis se comprometeria em aumentar o repasse as entidades, recebendo a maioria dos votos. Na ocasião o vereador voltou contra. O prefeito fez inverso. 
 
FUNDAÇÂO HOSPITALAR
Paulo Ricardo, no uso da Tribuna Livre ( Pinga Fogo) na sessão ordinária de segunda-feira 12,   trouxe à tona os alugueis custeados pelo município para manter a Fundação Hospitalar no antigo Hospital Evangélico, sendo de R$ 18 mil reais por mês, bem menos do que esta sendo arcado pela atual Administração Municipal de R$ 30 mil reais mês, para o custeio de plantão do Hospital Bezerra de Meneses, nos 6 meses, de março a setembro de 2017, para o plantão, excluindo o convênio  para outras atividades hospitalares.
 
Para o vereador Paulo Ricardo, o diferencial é que o Hospital Bezerra de Menezes é de um dono, na qual o mesmo que direciona os recursos, enquanto a Fundação o dono era o povo, que se justificava o uso do aluguel; comparando-a como uma casa alugada que tinha toda comodidade, sendo  comprovado por cada pessoa atendida.
O Hospital Bezerra de Menezes, conforme o vereador que é primeiro secretário da Casa de Leis recebeu no primeiro ano da gestão Valdomiro/Rosária, R$ 1.357.874,52 (milhão e trezentos cinquenta e sete mil e oitocentos reais e setenta e quatro reais e cinquenta e dois centavos) e para este ano já esta em R$ 169.442,60 ( cento e sessenta e nove mil e quatrocentos e quarenta e dois e reais e sessenta centavos). Esteve garantindo em enfase maior pela limitação do tempo, nas próximas sessões. 
 
O vereador comentou ainda de outra bronca do município, em honrar os  precatórios, sendo sequestrados os recursos de repasse do FPM ( Fundo de Participação dos Municípios) pela justiça em  R$ 57 mil reais, além da responsabilidade com Fundo de Previdência, sendo três parcelas em atraso pelo município, e o reajuste salarial.
 
Parabenizou o departamento de Transito e a Secretaria de Obras, na parceria com a Escola Adventista, na construção de passarela elevada ( quebra-mola), contribuindo com a segurança dos alunos.