( Ambiental) autuou um proprietário rural em R$ 7 mil por desmatamento ilegal e exploração de madeira de vegetação protegida para plantio de pastagem em Japorã.

De acordo com a polícia, durante fiscalização ambiental em uma fazenda em Japorã, policiais ambientais autuaram um proprietário rural por crime ambiental de desmatamento sem autorização ambiental, na tarde desta terça-feira (22).

Ainda de acordo com a polícia, o autuado realizou o desmate de uma área nativa de 4.400 metros quadrados com uso de máquinas, na área de , bioma protegido pela Lei Federal 11.428/2006, sem autorização do órgão ambiental. A madeira proveniente da supressão ilegal já havia sido explorada pelo infrator. A área já estava gradeada para o plantio de pastagem. As atividades foram interditadas.

O infrator de 24 anos, residente em Tacuru, foi autuado administrativamente e multado em R$ 7 mil. O proprietário rural também responderá por crime ambiental. A pena é de um a três anos de detenção, agravada por ser vegetação protegida. Ele foi notificado a apresentar plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental.

MidiaMax